Fale Conosco Sindicalize Editais Balancetes Formulários Movimento Sindical e Social Quem Somos



Principal Convênios Acordos e Convenções
Convênios Acordos e Convenções Fale Conosco Sindicalize Formulários Arcordos e Convenções Editais Movimento Sindical e Social Balancetes e Despesas Quem Somos
 

Notícias


JARAGUÁ DO SUL - SC, 16 DE ABRIL DE 2021.

  INFORMATIVO BANCÁRIO Nº (11032)04-21

 FEEB SC DEBATE JUNTO À FENABAN O REFORÇO DAS MEDIDAS DE ENFRENTAMENTO À COVID-19.

Os números atualizados da pandemia pelo consórcio de veículos de imprensa mostram que a Covid já matou mais de 365 mil Brasileiros.

Comparando com outros Países, a média diária de mortes no Brasil na última semana se manteve como a mais alta do planeta.NO Brasil tem três vezes mais mortes por dia do que a Índia, que vem em segundo lugar, e bem mais do que o México, Estados Unidos e Polônia.

Em Santa Catarina, 96 novas mortes por Covid-19 foram registradas nas últimas em 24 horas, segundo o boletim desta quinta-feira (15) do Governo do Estado. No total, 12.409 pessoas morreram no Território Catarinense por complicações da doença desde o início da pandemia. Desde março, 848.672 foram infectados com o novo coronavírus.

Diante desse quadro, que continua piorando, na tarde desta quinta-feira (15/04), a Mesa de Negociação da CONTEC voltou a se reunir, por videoconferência, com a FENABAN, para debater sobre medidas para enfrentamento da segunda onda de covid-19. Participaram do encontro o Presidente da CONTEC, Lourenço Ferreira do Prado; o Diretor de Relações Trabalhistas da FENABAN, Dr. Adauto Duarte; além de Dirigentes de Sindicatos e Federações.

A Federação dos Bancários de Santa Catarina se fez presente através de seu Presidente, Sr. Armando Machado Filho e demais Diretores que reforçaram junto a FENABAN a importância dos Bancos adotarem medidas mais rigorosas de segurança para proteger à categoria.

Para Armando, a implementação de estratégias de atenção à saúde física e mental dos profissionais que continuam atendendo à população na linha de frente é fundamental.  ¨ Os Bancários precisam de todo o apoio e reconhecimento pelo sacrifício que estão fazendo nesse momento. A fórmula para vencermos essa doença passa pela necessidade de união.  É preciso que unamos esforços junto ao poder público, Bancos e Entidades Sindicais de todo o País.  Aprendemos com outros Países que as medidas mais restritivas são fundamentais para cortar a transmissão do vírus. Para os Bancários que estão expostos cotidianamente ao risco de adoecer pelo coronavírus , a manutenção do trabalho remoto, a restrição dos atendimentos presenciais, a redução dos Clientes Bancários circulando nas agências e a inclusão dos Bancários no Grupo Prioritário para a vacina contra a Covid-19 , são ações de extrema importância para o saúde e vida dos Bancários ¨, reforça .

Durante a reunião, o negociador da FENABAN fez um apelo para que os Bancários compareçam para receberem a vacina da H1N1, que está sendo oferecida pelos Bancos. A participação está abaixo do esperado e por isto, os Bancos solicitam auxílio do Movimento Sindical Bancário no sentido de divulgar e reforçar a importância da vacinação como preventivo para gripes, principalmente agora que o inverno se aproxima.

Adauto Duarte informou que, atendendo aos pedidos da CONTEC, foram reduzidos expressivamente os atendimentos presenciais nas áreas com elevada contaminação. Segundo ele, os Bancos estão buscando implementar os atendimentos por agendamentos, com vistas à reduzir os riscos. Ele explicou que não é possível a aquisição de máscara M95, PFF2 – utilizadas nas UTIs – porque “infelizmente, não há disponibilidade no mercado para aquisição em grande volume”. O que poderia inclusive comprometer o fornecimento do pessoal da área da saúde, inclusive para quem trabalha UTIs, dada a incapacidade atual da indústria de aumentar a produção.

O negociador da FENABAN reforçou ainda que o setor financeiro segue realizando o rastreamento do contágio com muito rigor, o que está cada vez mais difícil, dada as muitas possibilidades de contágio atualmente. Outra questão destacada, pela comissão FENABAN, foi a questão do monitoração das sequelas, que variam de pessoa para pessoa, não havendo a definição de nenhum padrão. Adauto Duarte disse também que a FENABAN continua empenhada para que os Bancários continuem trabalhando em Home Office aguardando o retorno ao trabalho presencial.

Sobre a vacinação contra a covid-19, a comissão CONTEC reforçou que já solicitou junto ao Ministério da Saúde, bem como junto ao Poder Legislativo, prioridade aos Bancários, que estão trabalhando no atendimento ao público, uma vez que também estão “na linha de frente” e muito expostos ao vírus. Em resposta, o negociador da FENABAN informou que vem fazendo reuniões semanais objetivando a priorização da vacinação dos Bancários, mas até o momento não teve sucesso.

Eduardo Israel, assessor jurídico e Diretor da FEEB/SC informou durante a reunião, que Santa Catarina é o primeiro Estado no Brasil a isentar impostos na compra de vacinas contra Covid-19, ou insumos de fabricação. A governadora interina Daniela Reinerh, sancionou a Lei nesta terça-feira (13).  O ICMS pago pela importação de imunizantes e ativos de fabricação em SC é de 17%.  Informou que a Lei sancionada em SC prevê isenção de impostos na aquisição de vacinas pelo próprio Estado, municípios e também empresas. Santa Catarina tem hoje dois consórcios para compra de vacinas, que podem se beneficiar diretamente da medida – o da Fecam (Federação Catarinense de Municípios) e o da Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

Os Representantes dos Bancários alertaram ainda que na Europa já vem ocorrendo a terceira onda, que deverá atingir o Brasil no próximo semestre, conforme vem sendo noticiado em vários veículos de comunicação. A CONTEC defendeu ainda a necessidade de adequar as cobranças de metas ao momento atual, bem como do aperfeiçoamento/melhoria dos protocolos de segurança, no combate à covid-19.

A Federação dos Bancários de Santa Catarina e seus Sindicatos Filiados, continuam firmes na luta pelos direitos e segurança de todos os Bancários, cobrando o reforço às medidas para o enfrentamento à pandemia de Covid-19.

 

FONTE: FEEB SC.

 

O SEEB JGS E REGIÃO SC, POSSUI ATENDIMENTO JURÍDICO AOS BANCÁRIOS E SEUS DEPENDENTES. 

113 Visualizações

Galeria de Fotos

Vídeos